Sporting

Última hora: Roberto Martinez dispensa Gonçalo Inácio

Central do Clube de Alvalade vai voltar a ser preterido. A ‘doer’ ainda só jogou 27 minutos neste Euro 2024

Gonçalo Inácio, um dos pilares defensivos do Sporting campeão, continua sem contar para Roberto Martínez. O central vai ver novamente o jogo a partir do banco no confronto com a França. Esta decisão surpreende muitos, considerando a qualidade e a forma do jovem jogador, que se destacou de forma inequívoca ao longo de toda a época. CLIQUE AQUI PARA VER VIDEO

Na partida contra a Eslovénia, Pepe acumulou 120 minutos e protagonizou um erro que quase custava a eliminação da armada lusa. Mesmo assim, o veterano de 41 anos vai ser titular novamente apenas quatro dias depois. A escolha de Martínez levanta questões sobre a gestão física e o favoritismo dentro da equipa, especialmente quando há opções mais frescas e mais competentes como Inácio.

A segunda opção de Martínez também é clara: António Silva, do Benfica, que está à frente de Gonçalo Inácio nas escolhas do selecionador, apesar de utilizar preferencialmente o pé direito. O jovem da ‘cantera’ encarnada tem tido um Euro desastroso, com duas intervenções defeituosas a significarem dois golos para a Geórgia.

Até agora, Inácio só jogou 27 minutos ‘a doer’ neste campeonato, contra a Chéquia, primeiro encontro das Quinas no Euro’24. Além disso, foi utilizado no jogo a ‘feijões’ que fechou o grupo, quando Portugal já estava apurado, no qual acabou por ser titular e cumprir toda a partida.

Inácio insatisfeito na Seleção

De acordo com fonte próxima da seleção, a insatisfação de Gonçalo Inácio no seio da equipa das quinas é evidente. O jovem central esperava mais oportunidades, especialmente depois de quatro épocas em crescendo no Sporting, praticamente sempre como titular indiscutível, que culminaram em dois troféus de campeão nacional.

O caso de Inácio não é isolado, refletindo um padrão de escolhas controversas por parte de Martínez. A insistência em veteranos e a falta de oportunidades para jovens talentos têm sido criticadas por muitos adeptos e analistas. Esta gestão pode ter consequências para o futuro da seleção, que necessita de renovação e de aproveitar os jogadores em melhor forma.

A insatisfação de Gonçalo Inácio, juntamente com as críticas à gestão de Roberto Martínez, cria um clima de tensão na seleção. Espera-se que a equipa consiga ultrapassar estas dificuldades internas e focar-se no objetivo maior: o sucesso no Euro 2024. Contudo, referem vários analistas, que decisões como estas deixam dúvidas sobre a direção e a visão do selecionador para o futuro imediato e a longo prazo da seleção nacional.

Portugal volta a entrar em campo esta sexta-feira, 5 de julho, pelas 20h00, em Hamburgo, no norte da Alemanha, para tentar carimbar a sua passagem às meias-finais frente à França.

VER VIDEO || CLIQUE AQUI 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo