Benfica

‘Se fosse contra outra equipa o Ricardo Horta já estava no Benfica há mais tempo’

Continua interminável a novela à volta de Ricardo Horta. O jogador já foi dado como certo no Benfica, até já se teria despedido do SC Braga, como vários vídeos pareciam mostrar, no final do encontro contra o Sporting. No entanto, esta quarta-feira, António Salvador, presidente do clube minhoto, foi muito claro e disse que não existe qualquer acordo, à imprensa espanhola.

Na CMTV, o assunto continua a ser debatido e, para Fernando Mendes, o SC Braga só quis manter Ricardo Horta no clube até ao início do campeonato, por causa de jogar com o Sporting, logo na primeira jornada.

“É evidente que foi uma estratégia manter o Ricardo Horta até à primeira jornada. Tenho quase a certeza que se fosse contra outra equipa o Ricardo Horta já estava no Benfica há mais tempo. Tenho quase a certeza e isso é mais que evidente”, disse o comentador do Sporting, na CMTV.

Artigos relacionados

“Independentemente disso, o Benfica contrata um excelente jogador. Acho que cederam os dois [SC Braga e Benfica]. Eu não percebo muito de gestão financeira mas há uma coisa que é simples. Um presidente oferece um valor por um jogador. Costuma ser assim. E depois vão negociando, vão tentando baixar. Acho que funciona dessa maneira”, disse Fernando Mendes, a acreditar que Salvador vai baixar dessa exigência dos 20 milhões e que o Benfica vai subir dos 10 milhões falados inicialmente.

Também aqui, Fernando Mendes aproveitou para mandar uma boca ao FC Porto, a deixar entender que os dragões não souberam negociar com o SC Braga e que pagaram por David Carmo o que Salvador quis.

“Há presidentes e clubes que se são 20 milhões e chegam lá e dão os 20 milhões de euros e não há negociação. Há uns que funcionam dessa maneira e há outros que funcionam de outra maneira”, comentou Fernando Mendes sobre as negociações, ainda a decorrer, entre António Salvador e Rui Costa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo